quarta-feira, fevereiro 03, 2016

Falta um camisa 10 para o Palmeiras


Nesta temporada, a Sociedade Esportiva Palmeiras novamente foi uma das equipes que mais contratou para o início da temporada 2016. Foram quase dois jogadores por posição. 

Na prática, Paulo Nobre contratou: um goleiro, dois volantes, dois zagueiros, dois meias e um atacante, além de retornos e da permanência de Rafael Marques, mas isso não significa que seja o suficiente. Falta um armador de peso, ou seja, uma referência. 

Já foram especulados vários nomes de jogadores que certamente encheram de esperança o torcedor palmeirense. O argentino Dário Conca (ex-Fluminense) foi um deles. Até Robinho (ex-Santos) já surgiu como especulação. Mas contratação que é bom... 

O elenco de Marcelo Oliveira precisa de um armador como Valdivia já foi um dia para o clube. O chileno dava qualidade ao meio de campo e até fazia magias, isto é, quando ele definitivamente estava em campo. As magias só não apareciam quando ele estava no departamento médico do clube. 

De nada adianta crucificar os atacantes se a bola não chegar com qualidade. Alecsandro e Barrios não farão milagres. E nem adiantará pedir a entrada do guerreiro Cristaldo. Ele também não fará milagres. 

Agora se a Sociedade Esportiva Palmeiras trouxer um camisa 10 de verdade pode preparar a sua garganta que esse ano tem tudo para ser verde e branco.