quinta-feira, novembro 26, 2015

Matéria quente é colocada na gaveta pelo programa ‘’Bola da Vez’’ da ESPN

Foto: Reprodução
A cada dia, a cobertura jornalística mostra a necessidade de estar atento a cada gesto e palavra dita – isso faz a diferença, os detalhes. Digo isso porque Levir Culpi concedeu uma entrevista ao programa ‘’Bola da Vez’’ da ESPN ainda como uma fonte oficial do Atlético Mineiro, porém, logo depois foi demitido.

E agora a grande questão, vai ao ar ou não? Quem deveria responder isso apenas respondeu que não sabia. Além dessa crítica, será que ninguém no estúdio prestou a mínima atenção enquanto Levir Culpi falava? O cara cavava a própria cova e ninguém sacou a sua saída.

Há pouco mais de três horas, encontrei no site oficial da emissora um pedaço dessa entrevista que até então a assessoria de imprensa mostrou-se desinformada, segue alguns trechos: 

"Não sei exatamente quais são os planos do Atlético, mas já temos conversado sobre o elenco, coisas que são independentes de eu ficar ou não. Se eu estiver no comando ou não, o Atlético tem que continuar. São cinco competições, tem que recalcular o elenco. E acho que quanto antes melhor. Acho que se o Atlético estiver com essa ideia, seria burrice não me procurar antes. O Muricy ou sei lá quem for tem conceitos diferentes do meu. Está esperando o que?", concluiu Levir.

Após ler isso te restou alguma dúvida de que ele sairia do comando do Galo?

Não tive dúvida alguma e agora sou obrigado a ler no próprio portal informando que Levir já havia dito que ‘dificilmente’ ficaria no comando da equipe.

Detalhe básico e jornalístico: esse tipo de informação não é caracterizado como matéria fria que pode ficar na gaveta até o dia da exibição do programa.