segunda-feira, agosto 03, 2015

Notícia de um assalto sobre os palmeirenses

Foto: Divulgação Facebook Allianz Parque

   O torcedor palmeirense já paga antecipadamente pelo site de compras vinculado ao ‘’Programa de Sócios Torcedores’’, um valor mínimo de R$ 80 em cada ingresso. Pagar meia em um ingresso? Só se você pagar o plano mais caro do clube, talvez assim, consiga comprar mais barato para seu filho. Primeiro assalto.

     Domingo (2/8), um pouco antes das 8 horas da manhã, os arredores do Allianz Parque já estavam tomados por um batalhão de espertos. Sim, falo daqueles bandidos que se acham os donos da rua e que a Polícia Militar infelizmente não faz nada. Só observa.

     O palmeirense chega um pouco mais tarde com a família ao estádio, uma hora antes do jogo e, claro confiante de mais uma vitória. Ao tentar estacionar o carro já sofre o segundo assalto. As ruas próximas ao Allianz Parque, algo considerado público e na teoria de graça, são cobertas por vários sacos com entulho, pedaços de madeira, cones, pedaços de galhos impedindo que estacione até chegar um ‘’bacana’’ e dizer: ‘’Doutor, trintão para parar aqui. Pode ficar sossegado, trabalho há 10 anos aqui na área e fico até o fim do jogo’’. Aí você pensa: há 10 anos ninguém faz nada e o circo continua. A Rua Diana é um ótimo exemplo desta papagaiada. Se você não pagar não estaciona. Essa é a regra imposta por essa gente ou então, seu carro será todo depredado.

      Durante o jogo bate aquela ansiedade e para acalmar o nervosismo enquanto o gol não sai, vai bem um amendoim e um refrigerante + um picolé para o filhão e uma água para esposa, ou seja, mais R$ 40. Terceiro assalto. Só nessa historinha um torcedor, acompanhado do filho e da esposa, gasta aproximadamente R$ 300.