sexta-feira, janeiro 29, 2016

O que você sabe sobre treinamento funcional?


O título deste texto tem um tom de caráter publicitário, mas não se engane. Saiba que essa prática esportiva pode trazer benefícios para sua saúde, mas como tudo na vida, não existem milagres para resultados se não houver disposição e principalmente força de vontade.

Primeiramente, é bom saber que no treinamento funcional não existe uma rotina de treino, ou seja, é algo diferente do que se encontra nas academias tradicionais de musculação, onde em sua maioria detém treinos pré-estabelecidos com nomenclaturas: A, B e C.

Para quem curte desafios acredite: essa prática esportiva não cai na rotina, isso quer dizer que a chance de você desistir torna-se bem improvável em comparação a uma academia tradicional. O mais bacana é que você nunca sabe quais serão os seus obstáculos do dia.

Há sempre uma variação de exercícios e movimentos, ou seja, terão dias que você precisará mostrar como está a sua força ou então será testada a sua habilidade. Acha pouco? Bom, então saiba que há momentos em que será necessário aplicar todos os conceitos em um único movimento.

O relógio às vezes é o seu principal inimigo, quer dizer, quase sempre. Mas também serve para impor novos desafios e resultados ainda mais surpreendentes. É você contra você mesmo.

O treinamento funcional engloba diversos fatores, dentre eles estão: concentração, habilidade, mobilidade, equilíbrio, força e resistência. Os resultados não demoram a aparecer. 

A base é oriunda de diversas modalidades esportivas, onde são trabalhados movimentos de alta intensidade e constantemente variados.

Veja no vídeo abaixo como alguns deles funcionam na prática:


Infelizmente, ainda não é um esporte de fácil acesso para todas as classes sociais. O valor de cara assusta. Atualmente, um plano anual gira em torno de R$ 300 mensais, mas com certeza é uma atividade física que demonstra fundamentação em suas partes teóricas e práticas.